Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Concerto da OSUFPB desta semana conta com pianista norte-americano David Korevaar

Notícias

Concerto da OSUFPB desta semana conta com pianista norte-americano David Korevaar

por CCTA publicado: 16/05/2018 12h25 última modificação: 18/05/2018 12h44

A OSUFPB apresenta nesta sexta-feira, 18 de maio, grande concerto com a participação do pianista norte-americano David Korevaar. A apresentação será às 20 horas e marca a volta da Orquestra ao seu local oficial de apresentações, a Sala Radegundis Feitosa, que passou alguns meses interditada para manutenção. A entrada é gratuita e recomendável para todas as idades.

Dividido em séries temáticas, a temporada da OSUFPB de 2018 busca contemplar temas específicos em obras musicais a partir do teor conceitual de sua criação, exaltando as motivações estéticas, políticas, históricas e até pessoais que levaram grandes compositores a produzirem suas obras. Desta forma, os concertos levam ao espectador a possibilidade de mergulhar mais profundamente na música produzida por esses compositores. Com essa estratégia pedagógica em fina sintonia no conteúdo artístico desses criadores, a OSUFPB cumpre seu papel de formar plateia, mas também de embevecer o público já envolvido com o mundo da música erudita.

O concerto desta sexta contempla a série Augusto dos Anjos, que neste ano apresenta quatro programas baseados em compositores que, de algum modo, foram afetados pela Primeira Guerra Mundial. Em cada um deles ressalta-se a música de algum dos principais países combatentes, e aborda-se um aspecto psicológico descrito em obras de arte concebidas durante os anos da guerra. Este programa, em específico, é focado na música inglesa e inspirado no poema "My boy Jack" de Rudyard Kipling, onde se vê destacada a dor dos pais que perderam seus filhos em batalha. 

O pianista David Korevaar é o primeiro dos convidados internacionais de nossa temporada 2018. Nesta sexta, o consagrado músico interpretará o Concerto n. 1 para Piano e Trompete de Dmitri Shostakovich, ao lado do trompetista Flávio Gabriel, que é professor da Universidade Federal de Uberlândia e que foi especialmente convidado para este concerto. Também serão executadas a Suite para Cordas, do compositor inglês Frank Bridge e a Elegia “Perdas”, do compositor José Orlando Alves, que é professor do Departamento de Música e também membro do Laboratório de Composição Musical, ambos da UFPB. Esta obra terá nesse momento a sua estreia mundial. A regência é do maestro Thiago Santos, regente titular da OSUFPB.

David Korevaar

David Korevaar é um pianista prestigiado nos EUA, Asia e Europa. Mantém-se ativo em sua carreira artística como pianista, solista e camerista ao mesmo tempo em que se dedica ao ensino como professor na Universidade do Colorado Boulder. Possui os títulos de Doctor os Musical Arts, Master of Music e Bachelor of Music, todos pela famosa Juilliard School de Nova Iorque. Possui um repertório variado e extenso, aliado com seu trabalho com compositores vivos e sua própria experiência na composição. Com equilíbrio e sucesso, tem tocado frequentemente em diversas cidades dos EUA, Austrália, Japão, Coréia, Abu Dhabi e Europa.

Flávio Gabriel

Iniciou seus estudos aos 11 anos de idade na Banda Lyra de Mauá – SP, onde foi aluno de Bartolomeu Rosa e Carlos Binder. Posteriormente estudou com Clóvis Beltrami em Campinas - SP. Considerado um dos mais destacados trompetistas de sua geração, conquistou o 2º prêmio no Concurso Internacional de Música Primavera de Praga em 2010. O prêmio, inédito na história do trompete no Brasil, é considerado um dos mais difíceis no mundo.

Principal trompetista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre entre 2004 e 2009, atualmente integra o naipe de trompetes da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – OSESP.  Foi membro da Orquestra Jovem das Américas entre 2005 e 2007, quando participou em turnês pela América latina, EUA e Europa.  Atuou nas gravações dos DVDs “Legacy” e Messa da Réquiem de Verdi, este último sob a direção de Plácido Domingos. Em 2007 atuou como principal trompetista da “Orquesta Juvenil Simon Bolívar”, no festival Villa-Lobos na cidade de Caracas - Venezuela, sendo posteriormente o primeiro estrangeiro convidado a integrar o “Ensamble de Metales de Venezuela” trabalhando sob a direção do trompetista da Filarmônica de Berlim, Thomas Clamor.

O Regente

Thiago Santos

O carioca Thiago Santos foi o primeiro latino-americano contemplado com a bolsa de estudos Leverhulme Arts Scholar para o renomado programa de regência orquestral do Royal Northern College of Music, na Inglaterra. Atuou como regente assistente das orquestras BBC Philharmonic e da Royal Liverpool Philharmonic.

No Brasil, dirigiu a Filarmônica de Minas Gerais, Sinfônica de Porto Alegre, Sinfônica de São José dos Campos, Sinfônica da UFRJ, entre outras. Na Inglaterra, também trabalhou com a Stockport Symphony, Nottingham Philharmonic e Manchester Camerata. Ainda na Europa, regeu a Buhoslav Martinu Philhamonie (República Tcheca) e U Artist Festival Orchestra (Ucrânia).

Cursou bacharelado e mestrado em regência na UFRJ com André Cardoso. Atualmente é o maestro titular da OSUFPB – Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba.

A OSUFPB

A OSUFPB é um equipamento cultural da UFPB pertencente ao Centro de Comunicação, turismo e Artes e ligado aos Departamentos de Música e Educação Musical da instituição. A Orquestra tem finalidades pedagógicas que envolvem professores e alunos da UFPB, além de contribuir para a formação de plateia para o público pessoense. Atualmente conta vinte e um músicos fixos – todos de cordas - e com a participação eventual de professores e alunos dos cursos de música da UFPB, além de colaboradores voluntários da cena sinfônica paraibana.

Fonte: LAMUSI - Laboratório de Música Aplicada/UFPB