Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Concerto da Orquestra de Violões da Paraíba realiza apresentação no Projeto Pôr do Sol

Notícias

Concerto da Orquestra de Violões da Paraíba realiza apresentação no Projeto Pôr do Sol

Intitulado "Do Erudito ao Popular", o concerto acontece amanhã, dia 08 de dezembro, às 16 horas, no Hotel Globo.
por CCTA publicado: 07/12/2017 09h59 última modificação: 07/12/2017 09h59

Concerto Do Erudito ao Popular da Orquestra de Violões da Paraíba (OVPB) 

Local: Hotel Globo (Projeto Pôr do Sol – PMJP)

Dia: 08/12/2017

Hora: 16 horas

A ORQUESTRA DE VIOLÕES DA PARAÍBA é um projeto de extensão da Universidade Federal da Paraíba, que tem como objetivo contribuir para a formação inicial dos estudantes de música, ao servir de laboratório para a prática de orquestra, para alunos dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em música, bem como laboratório de prática de ensino, para os alunos do curso de licenciatura a partir da atuação na orquestra e nas oficinas de ensino coletivo de violão. O projeto é desenvolvido pelo Laboratório de Educação Musical e Grupo de Pesquisa PENSAMus, sob a coordenação da professora Carla Santos, do Departamento de Educação Musical da UFPB.

As atividades extensionistas da Orquestra são realizadas semanalmente no Centro de Comunicação, Turismo e Artes - CCTA, e são divididas em duas frentes de atuação: prática de orquestra e oficinas de música. A Orquestra é formada por estudantes de licenciatura e bacharelado em música da Universidade Federal da Paraíba, por estudantes de outras instituições e por pessoas da sociedade, constituindo um total de dezoito violonistas.

Paralelamente às atividades artísticas da Orquestra acontecem as oficinas de violão coletivo oferecidas gratuitamente à sociedade. As aulas das oficinas são ministradas por integrantes da Orquestra que cursam licenciatura em música, sob a coordenação da professora responsável pelo projeto. Contando com quatro bolsistas e dois colaboradores, oferecemos neste semestre 11 turmas de violão coletivo, sendo três turmas infantis, contemplando um total de 90 pessoas. Essa prática tem propiciado aos licenciandos a experiência em atuar com ensino coletivo de violão, além de ser um espaço para a pesquisa e produção de material didático. Os resultados do projeto têm sido significativos tanto no âmbito artístico, haja vista que a orquestra vem cumprindo com todas as suas etapas de ensaios e apresentações, assim como no âmbito do ensino, com as oficinas de violão coletivo destinadas à população em geral.

BREVE HISTÓRICO

A Orquestra de Violões da Paraíba, considerada ícone na cultura paraibana, por sua relevante contribuição musical e formativa, foi criada em maio 1992 pelo Maestro Gladson Carvalho, com o qual realizou concertos por diversas regiões do nordeste, incluindo inúmeras cidades do interior da Paraíba, deixando seu trabalho registrado em dois CD`s, entre os quais um deles foi relançado pelas Paulinas e tem sido vendido por todo Brasil e Europa, divulgando assim o nome e o potencial artístico-cultural do Estado da Paraíba.

Em 1997, esse grupo foi desativado. Entretanto, em maio de 2005, a Orquestra de Violões da Paraíba foi reativada, sob a coordenação e iniciativa de Carla Santos e Cyran Costa, ex-integrantes da orquestra desde sua criação no ano 1992. Em 2007, após dez anos longe dos palcos paraibanos a OVPB re-estreou oficialmente. Desde então, passou a realizar concertos mensais em diversos espaços públicos e privados da cidade. Além de realizar uma série de programas em parceria com a Rádio Tabajara FM.

No ano de 2008 a Orquestra gravou seu terceiro CD inédito, intitulado “Orquestra de Violões Interpretando a Paraíba”. Lançado em 2009. O CD foi o marco da nova fase da Orquestra de Violões, sob a batuta e coordenação da maestrina Carla Santos e de Cyran Costa, com direção musical do compositor Rogério Borges. No repertório, composições de ilustres paraibanos como Sivuca e Glorinha Gadelha, Vital Farias, Chico César e Lúcio Lins, Canhoto da Paraíba, entre muitos outros, com arranjos audaciosos e marcantes, atraiu e conquistou a atenção do público apreciador.

Uma nova fase da Orquestra de violões da Paraíba foi iniciada no ano de 2015, período em que passou a fazer parte das atividades de extensão da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) sob a coordenação da professora Carla Santos e do professor Cledinaldo Alves.

SOBRE O CONCERTO

O concerto do dia 08 de dezembro, intitulado Do Erudito ao Popular, trará ao palco, juntamente com a Orquestra de Violões, uma nova geração de cantores que passaram a integrar a Orquestra a partir do final deste ano de 2017, que são as cantoras Giovanna Maropo, Thay Fernandes e Wagney Ramos, além dos solistas convidados: o violonista Rodrigo Kesselring, e o cavaquinista Marcos Andrade. No repertório serão interpretados ícones do repertório erudito, como a Marcha turca de Mozart e Melodia Sentimental de Villa-Lobos e o Concerto em Ré Maior de Vivaldi para Violão e Orquestra. Saindo do erudito, a orquestra trará um diversificado repertório popular, passando pelo choro Chiquita, de Waldir Azevedo, O que será de Chico Buarque, A Flor e o Espinho de Nelson Cavaquinho, e pelo repertório regional, com Feira de Mangaio de Sivuca e Glorinha Gadelha, Se não fosse o forró de Adilson Medeiros, entre muitas outras.

Além dos cantores convidados, para esse concerto contaremos também com a participação de Bianca Nóbrega e Fabiane Marques, na Flauta Transversal, Thainá Italine no Clarinete, e Lucas Carvalho no Acordeon, Allanderson Teixeira no Baixo Elétrico. Na bateria e percussão Adriano Gomes, e Rodrigo Amaral, e na percussão Vanildo Marinho.

A regência do concerto estará a cargo da maestrina Carla Santos. A direção artística e musical estará sob a responsabilidade de Cledinaldo Alves e Carla Santos.

INTEGRANTES

Regência: Carla Santos

Direção musical e artística: Cledinaldo Alves e Carla Santos

VIOLÃO I:         

  • Herbet Douglas (spalla)
  • Samuel Alves
  • Michel Soares
  • Rodrigo Kesselring

VIOLÃO II:

  • Lucas Gaião
  • Thyago Lira
  • Slovik Gomes
  • Tiago Alves

 VIOLÃO III:

  • Danyel Costa
  • Daniel Aires
  • Ivanildo Dantas
  • Káled Matheus

 VIOLÃO IV:

  • Johnatan Matins;
  • Naomi Barroso
  • Antônio Nunes
  • Leandro Félix
  • Marcos Andrade

 BAIXO ELÉTRICO:

  • Allanderson Teixeira

 BATERIA E PERCUSSÃO:

  • Adriano Gomes (Bateria e percussão)
  • Rodrigo Amaral (Bateria e percussão)
  •  Vanildo Marinho (Percussão)

 SOLISTAS:

  • Vagney Ramos(voz)
  • Giovanna Maropo (voz)
  • Thay Fernandes (voz)
  • Rodrigo Kesselring (violão)
  • Marcos Andrade (cavaquinho)

 MÚSICOS CONVIDADOS:

  • Bianca Nóbrega e Fabiane Marques (Flauta transversal)
  • Lucas Carvalho (Acordeon)
  • Thainá Italine (Clarinete)

 Contatos:

Carla Santos (Fone: (83) 99985-3644