Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > OSUFPB realiza hoje 18º concerto da Temporada 2017

Notícias

OSUFPB realiza hoje 18º concerto da Temporada 2017

A apresentação será realizada nesta quinta-feira, dia 07 de dezembro, às 20h, na Igreja de São Francisco, e terá entrada franca.
por CCTA publicado: 07/12/2017 08h19 última modificação: 07/12/2017 08h19

Concerto da OSUFPB exalta obra de Carlos Gomes e Villa-Lobos

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba – OSUFPB realiza, nesta quinta-feira, 07 de dezembro, seu penúltimo concerto do ano, no qual exalta a obra dos compositores brasileiros Antônio Carlos Gomes (1836-1896) e Heitor Villa-Lobos (1887-1959). A apresentação será na Igreja de São Francisco, às 20 horas e a entrada é gratuita.

Mantendo a lógica de realizar concertos temáticos, a OSUFPB preparou para seu público uma verdadeira ode à música de concerto do Brasil, homenageando dois dos mais consagrados compositores brasileiros de todos os tempos, com obras conhecidas no mundo inteiro. Este é o último concerto da série “Mestre Ariano”, que privilegia obras de compositores brasileiros que de algum modo contribuíram para a consolidação de uma identidade cultural nacional. Num total de quatro edições, a série “Mestre Ariano” encerra seu conjunto de concertos homenageando Villa-Lobos no ano em que se comemora 130 anos de seu nascimento. A regência fica sob a batuta do maestro Carlos Anísio.

No repertório, serão executados “Epigramas Irônicos e Sentimentais – sobre poemas de Ronald de Carvalho” e “Modinha e Canções”, de Villa-Lobos, além de “Sonata em Ré”, de Carlos Gomes. As canções que compõem este repertório contarão com a interpretação da cantora lírica Amarilis de Rebuá, que também fará o lançamento de dois livros de sua autoria sobre Villa-Lobos. Frutos de sua pesquisa sobre o célebre compositor brasileiro, Amarilis de Rebuá lança “Saudações Musicais – Heitor Villa-Lobos” e “Heitor Villa-Lobos nos epigramas Irônicos e Sentimentais”.

A solista

Amarilis de Rebuá é doutora em Musicologia pela UFBA. Estudou piano e canto na Alemanha e na Itália. Como cantora foi premiada pela Associação de Ópera de Brasília, pelo Concurso Jovens Solistas da OSESP, finalista no Concurso Mozart de Salzburg (Áustria) e Maria Callas, em Napoli (Itália). Atualmente é professora de canto do Conservatório Pernambucano de Música e da Universidade Federal da Paraíba.

A OSUFPB

A OSUFPB é um equipamento cultural da UFPB pertencente ao Centro de Comunicação, turismo e Artes e ligado aos Departamentos de Música e Educação Musical da instituição. A Orquestra tem finalidades pedagógicas que envolvem professores e alunos da UFPB, além de contribuir para a formação de plateia para o público pessoense. Atualmente conta vinte e um músicos fixos – todos de cordas - e com a participação eventual de professores e alunos dos cursos de música da UFPB, além de colaboradores voluntários da cena sinfônica paraibana.

18º CONCERTO DA OSUFPB

Temporada 2017

Série Mestre Ariano

Igreja de São Francisco

Dia 07 de dezembro de 2017 (quinta-feira)

Às 20:horas

Entrada franca

Regência: Maestro Carlos Anísio

Solista: Amarilis de Rebuá 

Haverá ainda o lançamento de dois livros da cantora e pesquisadora Amarilis de Rebuá, sobre a obra de Heitor Villa-Lobos:

- Saudações Musicais – Heitor Villa-Lobos

- Heitor Villa-Lobos nos epigramas Irônicos e Sentimentais

 

PROGRAMA DO CONCERTO

Heitor Villa-Lobos (1887-1959) - Epigramas Irônicos e Sentimentais (1921)

sobre poemas de Ronald de Carvalho

                                                    I.         Eis a Vida...

                                               II.         Inútil Epigrama

                       III.         Sonho de Uma Noite de Verão

                                                       IV.         Epigrama

                                                  V.         Perversidade

                                                            VI.         Pudor

                                                          VII.         Imagem

                                                        VIII.         Verdade

 

Heitor Villa-Lobos - Modinha e Canções

 

Canção do Marinheiro (Gil Vicente), 1936

Lundu da Marquesa de Santos (Viriato Correia), 1938

Cantilena (Um Canto que Saiu das Senzalas), 1938

A Gatinha Parda, 1937

Remeiro de São Francisco, 1941

Nhapôpé (Alberto Deodato), 1935

Evocação (Sylvio Salema), 1933

Nesta Rua, 1943

Antônio Carlos Gomes (1836-1896) – Sonata em Ré (1894)

                                                         I.     Allegro animato

                                                        II.     Allegro scherzoso

                                                                        III.     Largo

           IV.     Vivace - O Burrico de Pau

-----------------------------------------------------------------------------------

AMARILIS DE REBUÁ (Solista)

Doutora em Musicologia pela UFBA, estudou piano e canto na Alemanha e na Itália. Como cantora foi premiada pela Associação de Ópera de Brasília, pelo Concurso Jovens Solistas da OSESP, finalista no Concurso Mozart de Salzburg (Áustria) e Maria Callas, em Napoli (Itália). Atualmente é professora de canto do Conservatório Pernambucano de Música e da Universidade Federal da Paraíba.

MAESTRO CARLOS ANÍSIO (Regente)

Graduou-se em Música (1983) pela UFPB. Em 1997 obteve o título de Mestre em Regência Orquestral pela UFBA, realizando, sob a orientação do Dr. Erick Vasconcelos. Desde 1996 atua à frente do Coro de Câmara Villa-Lobos, grupo com o qual gravou 4 CDs. Docente do Departamento de Música da UFPB, desde 1991, ocupou os cargos de Chefe do DeMús, por três mandatos e Coordenador de Extensão Cultural da PRAC de 2009 a 2012. Exerce intensa atividade como compositor, arranjador, diretor e produtor musical em projetos fonográficos, de audiovisual e de artes cênicas. Em 2011 assumiu juntamente com Eli-Eri Moura, a direção artística da Orquestra de Câmera da Cidade de João Pessoa.

Fonte: LAMUSI - Laboratório de Música Aplicada/UFPB