Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Programa > Laboratórios
conteúdo

Laboratórios

por PPJ publicado 21/02/2020 13h16, última modificação 16/03/2020 21h39

Desde a apresentação da proposta de criação do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB submetido à Capes, procuramos otimizar todos os laboratórios dos cursos de graduação em Jornalismo, Comunicação e demais Núcleos com atividades correlatas a nossa área de Comunicação e Informação, no sentido que pudessem atender e a mesmo tempo estabelecer a interface em mão dupla com o Mestrado Profissional em Jornalismo. Alguns laboratórios foram criados especificamente para atender as demandas do referido Programa a exemplo do Laboratório de Jornalismo e Editoração (Laje), o Laboratório de Práticas Jornalísticas de Apoio à Produção Discente (Laprajor)  e a Sala de Defesas e Videoconferência.

 

Imagem2.png

1| LAJE
O Laboratório de Jornalismo e Editoração (LAJE) desenvolve a política editorial do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB através dos seguintes selos institucionais: Coleção Âncora que no ano de 2019 publicou os livros Democracia Fraturada, de autoria do professor Pedro Nunes Filho, e a coletânea Imprensa - Crise Política e Golpe no BRASIL; Coleção Jornalismo em Sala de Aula; Coleção Livro-Reportagem; e Coleção Biografia. O Laje aiinda se encarrega da publicação da Revista Latino-Americana de Jornalismo – Âncora (Qualis B1) e da criação de um repositório científico na área do Jornalismo. O referido Laboratório foi criado pelo Mestrado em Jornalismo em 2014 e está em pleno funcionamento, abrigando professores do Programas, alunos de Jornalismo e outras áreas da graduação.

 

Labotarorio de Praticas - - Nilber Lucena.JPG

2 | Laboratório de Práticas Jornalísticas de Apoio à Produção Discente (Laprajor) 
O Laprajor é destinado ao desenvolvimento de trabalhos e práticas jornalísticas relacionadas às atividades de ensino e extensão, ao desenvolvimento das pesquisas aplicadas e teórico-aplicadas dos trabalhos de conclusão de curso, dos grupos de pesquisas e dos projetos de pesquisa docente que envolvem os discentes do Programa.

 

 

 

3 | Sala de Videoconferência
A Sala de Videoconferência do PPJ/CCTA dispõe de infraestrutura para as participações virtuais em bancas examinadoras e roda de diálogos entre mestrandos, docentes e pesquisares de outras universidades brasileiras. Dispõe de capacidade para abrigar 20 (vinte) pessoas, está equipada com 02 (dois) televisores, 2 (duas) câmeras, 3 (três) microfones, 01 (um) computador de mesa, 01 (um) notebook, amplificadores, alto-falantes e internet por cabo (alta velocidade | 1 Giga);

 

Laboratórios da Graduação com interface direta com a Pós-Graduação:

 

4 | LABORATÓRIO DE JORNALISMO 

Laboratório para o desenvolvimento de práticas de ensino, pesquisa e extensão relacionadas às práticas experimentais dos processos de convergências jornalísticas, produção editorial de jornais e revistas, infográficos jornalísticos, elaboração do jornal Questão de Ordem (publicado desde a criação do curso de graduação em Jornalismo no ano de 1977). Professores do  Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB desenvolvem práticas no referido laboratório com discentes da graduação e do próprio Mestrado em Jornalismo. No ano de 2019 as professoras do quadro permanente do PPJ/UFPB, Fabiana Cardoso e Patrícia Monteiro ministraram nesse espaço laboratorial, e também no Laboratório de Radiojornalismo, a disciplina LABORATÓRIO DE REDAÇÃO JORNALÍSTICA: IMPRESSO, VISUAL, SONORO, DIGITAL tendo como produto final da disciplina o podcast “Selecionados: como ingressar no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB”, disponível em <https://open.spotify.com/show/07Jyy6dUUcZ2kS4N3ZrnuR>. 

 

5  LABORATÓRIO DE RADIOJORNALISMO (03 ESTÚDIOS).jpg

5 | LABORATÓRIO DE RADIOJORNALISMO (03 ESTÚDIOS)

Laboratório da Graduação em Jornalismo, estabelecendo plena interface com  o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo, contanto com a coordenação da professora  do nosso quadro permanente, Patrícia Monteiro, que também ministra a disciplina Oficina de Radiojornalismo na Graduação. Conforme descrição  no Laboratório de Jornalismo (item 4, deste tópico), o Laboratório de Radiojornalismo abriga  disciplinas ofertadas pelo PPJ/UFPB que implicam em práticas experimentais laboratoriais. O referido espaço laboratorial abriga 03 (três) estúdios equipados com computadores, softwares, consoles e microfones profissionais, revestimento acústico, além de destinar um dos estúdios ao serviço de dublagem. Nesse laboratório, a mais de 30 anos, é produzido o programa de radiojornalismo intitulado “Espaço Experimental”, exibido  aos sábados, às 9h, na Rádio Tabajara AM 1.110 kHz. Recentemente, também está disponibilizado na plataforma Spotify no seguinte endereço: <https://open.spotify.com/show/54AraFNbI69bBbpkkMUQJg>

Laboratorio de Radioo - Instagram do Espaco Experimental.jpg

 

 6 | LABORATÓRIO DE RÁDIO

Laboratório vinculado a Graduação em Rádio e TV, estabelece um estreito diálogo com o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo, principalmente em projetos que mobilizam a construção de dublagem, audiodescrição de reportagens e matérias jornalísticas, trilhas sonoras, produção de efeitos, captação e tratamento de sons (paisagem sonora), gravação de spots e chamadas, entre outros. O Laboratório, com formato para gravação de entrevistas em grupos, é composto por 01 (um) estúdio, sala de espera, sala de edição de áudio, conta com computadores, softwares, console, microfones profissionais, mesa de som e revestimento acústico. Em 2019, a coordenadora do Laboratório de Rádio, professora Norma Meireles Mafaldo, .com os professores Nair Prata (Universidade Federal de Ouro Preto / Intercom / Rede Alcar) e Paulo Fernando Lopes (Universidade Federal do Piauí /Mestrado em Comunicação) foram convidados pela Revista Latino-Americana de Jornalismo – Âncora e pelo Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB para atuarem como editores convidados do dossiê: Tendências e perspectivas do radiojornalismo nos 100 anos de radiodifusão no Brasil: do local ao transnacional.

 

7 | LABORATÓRIO DE TELEJORNALISMO (ESTÚDIO DE TV)
O Laboratório de Telejornalismo é coordenado pela docente permanente do PPJ/UFPB, Fabiana Cardoso, tendo como principal produto de telejornalismo o “Telejornal Sala 221” <https://www.youtube.com/user/Sala221UFPB>. O complexo laboratorial para ações de ensino, pesquisa e extensão é constituído por 03 (três) espaços distintos que funcionam de modo integrado, quais sejam:

6  LABORATÓRIO DE TELEJORNALISMO (ESTÚDIO DE TV).jpg7.1 | Estúdio de Televisão destinado às práticas de televisão e de telejornalismo, vinculados aos cursos de graduação em Jornalismo, Cinema e Audiovisual, Rádio e TV e o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo. É constituído  por uma sala master, com mesa de corte, gravadores, ilha auxiliar. 02 (duas) câmeras com teleprompter, grid de iluminação, revestimento acústico e climatização  e pé direito com 7 metros;

7.2 | Ilha de edição, conforme descrito no item Laboratório de Telejornalismo, o espaço ilha de edição é um dos laboratórios que compõe o referido complexo integrado destinado ao desenvolvimento de atividades relacionadas ao campo do jornalismo, práticas audiovisuais produzidas no estúdio de televisão ou pelos próprios discentes, finalização de trabalhos jornalísticos, finalização de produtos jornalísticos ou documentários jornalísticos do PPJ/UFPB e outras iniciativas. Além do processo de edição, a ilha de edição através de seus servidores, professores e alunos, cuida do processo de pós-produção, aberturas e letreiros.

7.3 | Sala de produção e redação, o espaço é utilizado para o desempenho de atividades de ensino associada à pesquisa e à extensão, produção de pautas, roteiros de reportagens, desenvolvimento de script, apoio e suporte para todo o processo de pré-produção e produção propriamente dita. O Laboratório está diretamente direcionado aos cursos de Graduação (Jornalismo, Rádio e TV, Cinema e Audiovisual) e ao Programa de Pós-Graduação em Jornalismo para a elaboração de produtos jornalísticos serem desenvolvidos por parte de mestrandos no trabalho final de pesquisa aplicada (dissertação ou produto jornalístico).

ILHA DE DICAO - TV UFPB - Nilber Lucena.JPG                

 

 

8 | LABORATÓRIO DE FOTOGRAFIA

Laboratório destinado às práticas, processos e produtos fotográficos digitais referente a captação e tratamento da imagem. Atente aos cursos de  Jornalismo, Rádio e TV, Cinema e Audiovisual e eventualmente ao curso de Pós-Graduação em Jornalismo em se tratando da produção de material destinado aos produtos hipermídia, reportagens fotojornalística, ilustração de livro-reportagem, design de produtos jornalístico, portais e notícias.

 

 

Laboratórios externos ao PPJ/UFPB/ Centro de Comunicação, Turismo e Artes

 

8  LABORATÓRIO DE APLICAÇÕES EM VIDEODIGITAL (LAVID).png

9 | LABORATÓRIO DE APLICAÇÕES EM VIDEODIGITAL (LAVID)
O Lavid é considerado uma referência nacional e internacional em desenvolvimento de tecnologia para TV Digital e conta com a colaboração de mais de 40 jovens pesquisadores, entre doutores, mestres e graduandos, que estão interconectados com pesquisadores, trazendo as atuais tendências tecnológicas mundiais nas áreas de vídeo e TV Digital. O referido espaço laboratorial está integrado ao Departamento de Informática da UFPB e mantém um diálogo com o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo através do desenvolvimento de produtos jornalísticos provenientes de dissertações com perfil teórico aplicado. Dois professores, um permanente e o outro colaborador (Guido Lemos e Valdecir Becker) participam intensamente no Mestrado em Jornalismo com orientações e trabalhos aplicados no Lavid.
Ainda há uma estreita colaboração entre o Programa de Pós-Graduação em Computação, Arte e Comunicação e o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo, com a presença dos professores Pedro Nunes, Sandra Moura e Cláudio Paiva, no desenvolvimento de projetos, proferindo palestras, participação em bancas, ministrando disciplinas e orientações.

 

9 NUDOC - POR Luzia Costa.jpg

10 |NUDOC
O Núcleo de Documentação Cinematográfica é responsável pelo processo de documentação e produção de material audiovisual para UFPB e dispõe de um amplo acervo de vídeos, filmes documentários jornalísticos em diferentes bitolas, obras ficcionais produzidas no Estado da Paraíba, além de material audiovisual relevante do cinema brasileiro. Tem como objetivo principal documentar as ações da UFPB e salvaguardar a memória do audiovisual paraibano. O Nudoc fornece suporte à produção de vídeos documentais de cunho jornalístico para os cursos de Graduação (Jornalismo, Rádio e TV, Cinema e Audiovisual) e ao Programa de Pós-Graduação em Jornalismo notadamente nas pesquisas aplicadas que tem por finalidade produzir documentário jornalístico, disponibilizando técnicos que acompanham o demandante.

 

11  TV UFPB – A CABO e ABERTA.jpg

11 | TV UFPB – A CABO e ABERTA
TV aberta, canal 43UHF e canal virtual 43 PSIP. Iniciou suas transmissões, via cabo, em 2005, ligada ao Canal Futura e desde 2010 associou-se à TV Brasil. Inicia transmissão aberta em julho de 2012. Veicula as produções da TV Brasil. Tem estúdio próprio de TV. A TVUFPB oferece oportunidade para realização de projetos dos alunos e professores do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo.

 

 

 

 

 

 

 

12 | SUPERINTENDÊNCIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA UFPB 

Antigo Polo Multimídia, atualmente a Superintendência de Comunicação Social da UFPB agrega os setores de comunicação da instituição, a saber: a TV UFPB, a Editora Universitária, o Parque Gráfico, a Assessoria de Comunicação, Nudoc, além da administração do Portal da UFPB. O Centro de Comunicação, Turismo e Artes e o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo possuem um amplo acesso a referida Superintendência, sendo vários de seus profissionais egressos do PPJ/UFPB.

 

 Imagem1.png13 | LABORATÓRIO PARAÍBA CRIATIVA

Laboratório destinado ao Programa Paraíba Criativa, classificado pelo edital do PROEXT 2015 e 2016, do Ministério da Educação / SESu – cujo escopo é fomentar as produções culturais do estado da Paraíba, visando sua inserção na cadeia produtiva da economia da cultura do Estado, conforme as diretrizes da economia criativa. O Laboratório conta com 10 computadores, droner, máquinas fotográficas com seus respectivos acessórios. Destacamos que no referido Laboratório são realizadas ações de extensão do PPJ/UFPB, também oferece abertura para apoiar demais pesquisas de discentes e docentes do Mestrado em Jornalismo estabelecendo a interface Jornalismo, cultura e turismo.

 

Fotos de divulgação: Reprodução NUDOC; LAVID; TV UFPB; Espaço Experimental; Paraíba Criativa; Nilber Lucena